top of page

ICMU/RJ participa da Roda de Conversa sobre Intolerância Religiosa em Magé


Atendendo a uma solicitação da Presidência do Instituto Internacional Carta Magna da Umbanda, sede RJ, a Secretaria Municipal de Assistêcia Social e Direitos Humanos promoveu, no último dia 19, na Casa dos Conselhos, uma Roda de Conversa em alusão ao Dia Mundial das Religiões e o Dia Nacional de Combate a Intolerância Religiosa, onde teve a participação de vários seguimentos religiosos de nosso município.


O Dia Mundial das Religiões é dedicado a harmonia entre as religiões mundiais, onde o mundo pode refletir sobre um futuro livre do preconceito, da discriminação e da intolerância religiosa. Esse tipo de ecumenismo baseia-se na ideia de que há elementos em comum, entre todas as religiões, que apontam para o pacifismo e para a busca por convivência harmoniosa.


O Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa foi oficializado no Brasil em 2007, por meio da Lei n.º 11.635, de 27 de dezembro. A escolha da data é em homenagem à Mãe Gilda, fundadora do terreiro Ilê Axé Abassá de Ogum, em Salvador (BA), que sofreu diversos episódios de difamação e intolerância e teve sua casa e terreiro invadidos por um grupo de outra religião.


A Iyalorixá Gildásia dos Santos e Santos fundou o terreiro de Candomblé em 1988 nas imediações da Lagoa do Abaeté, bairro de Itapuã em Salvador. Ao completar sete anos de iniciada na religião, no Terreiro de Oya, ela recebeu o cargo de iyalorixá. A liderança religiosa foi uma ativista social e se destacou pela sua personalidade forte e grande participação em ações para a melhoria do bairro de Nova Brasília de Itapuã.Injustamente caluniada, perseguida e agredida física e verbalmente junto com o marido, ela morreu no dia 21 de janeiro de 2000, vítima de um infarto fulminante.


Na Roda de Conversa foi também debatido a necessidade do município possuir uma Coordenadoria Municial de Promoção à Liberdade Religiosa - COMPLIR concomitantemente com um Conselho Municipal em Defesa da Liberdade Religiosa - COMDELIR, para que possam ser pensados políticas públicas em atenção ao assunto que é de grande relevância, pois o município de Magé faz parte do Pacto de Combate ao Racismo e promoção da Igualdade Racial que criou a Rede de Cidades Antirracistas ew que conta com um eixo específico sobre o tema.



ATA_nº_01_liberdade religiosa_190124[1]
.pdf
Fazer download de PDF • 50KB


lista presença reunião 19_01
.pdf
Fazer download de PDF • 122KB






36 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page